+55 (47) 9662-9389      falecom@hochland.com.br

O Pug é a raça ideal pra mim ?

 

O Pug é um cachorro ideal para mim, ele late, come muito e pode viver em apartamento? 

 

Questionamentos que todos nós temos, quando pensamos em ter o nosso primeiro Pug, vamos procurar responder de forma objetiva as principais dúvidas que possam surgir antes de adquirir.

Seja bem-vindo ao nosso blog e caso tenha mais dúvidas ou sugestões, nos escreva! Será um prazer compartilhar um pouco do nosso conhecimento com você !

 

O Temperamento

Uma das primeiras curiosidades que normalmente surge quando desperta o interesse em ter um Pug é em saber um pouco mais sobre o seu temperamento, como vivem e se comportam diante da nova família, posso adiantar que a sua família vai amar em ter uma carinha achatada correndo pela sala e será quase impossível ter um só deles.

É um cão que tem uma personalidade de estar próximo aos seus donos, característica presente nestes pequeninos desde os primeiros relatos da sua existência. São verdadeiros cães de companhia.

Além de escritor, também como criador com anos de convívio rodeado por esses gorduchinhos, posso abreviar este ser lindo, modestamente em poucas palavras “o Pug é um cão mágico, sem dúvida um cão encantador que levará muita alegria para você e sua família.”

O Pug gosta de uma vida confortável e de preferência que conviva dentro de casa, agora não se preocupe se sua casa for pequena ou more em um apartamento compacto, o que mais importa para ele é estar junto de você.

É uma raça que não costuma ser territorialista, divide tranquilamente seus brinquedos com a família, convive harmoniosamente com outros animais de estimação, seja ele gato, cachorro, papagaio ou periquito, etc. Um cão altamente sociável, cativante e bastante fiel ao dono, jamais um Pug poderá ser nervoso ou tímido em situações normais, ou agressivo com estranhos, características que não faz parte do padrão.

 

Ele late ?

Você ficará surpreso ao ouvir pela primeira vez o seu Pug latir, se é que podemos chamar o seu resmungo que mais se parece com um latido para dentro, de latido. Um cão ideal para quem se preocupa em não incomodar seus vizinhos, essas carinhas achatadas amam dormir só não se assuste caso você tenha um sono leve, pois, poderá acordar ocasionalmente com o ronco do seu gorducho, eles costumam roncar muito.

 

Ele é ideal para conviver com idosos e crianças ?

Um cão pequeno, excepcionalmente limpo, notavelmente livre de odores. Ideal para o convívio com crianças e idosos. Nós recomendamos sempre a supervisão de um adulto junto as crianças, devido muitas vezes ao brincarem com os Pugs, poder machucá-los acidentalmente, quando assemelham com um bichinho de pelúcia o cão.

O Pug poderá ser um bom companheiro, seja para assistir um bom filme ao seu lado, para brincar de buscar a bolinha no quintal com as crianças ou até mesmo no sossego da casa quando a vovó estiver tricotando.

 

Qual o tamanho que o Pug fica e quanto o Pug pesa?

A sua expressão em latim “mutum em parvo” traduz como um Pug deve ser: Um cão grande em um pequeno espaço, isso significa que ele deve ser curto no corpo, quadrado e compacto, com musculatura firme. O Pug é um cão que deve pesar de 6.3 kg a 8.1 kg, peso desejável tanto para o macho quanto para a fêmea. Estes pequeninos apresentam uma altura na cernelha de 25 a 30 cm para as fêmeas e de 30 a 33 cm para os machos. Veja mais em: O Pug.

As cores padrão do Pug que você encontrará são: prata, abricó, preto e fulvo. No Brasil os abricots e pretos são as mais encontrados.

A cauda é enrolada naturalmente, não é cortada como muitos imaginam. Uma raça charmosa, digna, inteligente, parecem ter o prazer em conhecer as pessoas e mostrar seu carinho especial por todos.

 

Nível de energia

É um cão com bastante energia enquanto filhote até a atingir a fase adulta, aproveite essa fase para curtir o seu Pug ao máximo, pule, dance, corra e de cambalhotas com seu gordinho, aproveite esta fase maravilhosa que deixará muitas saudades. Logo na fase adulta eles tendem a começar a ficar mais preguiçosos, com o metabolismo mais lento e logo que a idade vai chegando, passam a dormir boa parte do dia.

 

Cai muito pelo do Pug ?

A queda de pelo é moderada, como qualquer outro cão. Se seu Pug recebe uma alimentação adequada e mantêm ele com uma vida saudável, uma ou duas escovações semanais será o suficiente, a incidência de queda é maior durante a chamada muda sazonal” que ocorre durante a primavera e o outono.

Nós indicamos a suplementação com omega 3, hoje no mercado existe inúmeros suplementos com fórmulas modernas e equilibradas, contendo os principais ácidos graxos que são essenciais à dieta dos pequenos animais,  auxiliando para manter uma pelagem bonita e saudável

 

Frio e calor

São cães que toleram baixas temperaturas, isso só sendo possível devido à camada de subpelo em seu corpo, que funciona como isolante térmico natural mantendo a temperatura corporal aquecida no inverno. Ao mesmo tempo são intolerantes a altas temperaturas, o calor excessivo pode levar a óbito, então nunca esqueça ele dentro do carro enquanto ir ao supermercado, trancado em uma sacada de apartamento que pegue muito sol ou que ele more em um canil exposto ao calor.

Se o seu cão por uma infelicidade sofrer de exaustão pelo calor, água fria ou gelo deve ser colocado sobre a cabeça, rosto e corpo imediatamente, o cão também deve ser mantido em um lugar fresco e na sombra.

 

Saúde

Em geral, é uma raça razoavelmente saudável com uma expectativa de vida de 12 a 15 anos de vida, embora alguns Pugs vivem um pouco menos ou um pouco mais.

Estudos mostram que os machos vivem em média 12,8 anos e já as fêmeas vivem uma expectativa de vida de 13,2 anos. Lembrando que não se há regra, um Pug que teve uma vida saudável, pode ser visto chegando até os seus 17 anos. Leia mais em: Quantos anos um Pug vive.

Como todo cão ele exige exercício físico, um passeio diário curto já será o suficiente para gastar a energia concentrada do pequenino, além do mais, também fará bem a sua saúde.

Lembre-se, nunca ir passear em horários de muito calor, poderá ser fatal. Nos dias quentes, caminhe nos horários mais frescos, pela manhã (antes das 10 horas) ou no final da tarde (após as 5 horas da tarde), aproveite durante o passeio em fazer uma pausa para descansar na sombra e ofertar água fresca para seu Pug e fique atento ao cansaço, qualquer sinal de hiperventilação a atividade deverá ser encerrada e readequada conforme o condicionamento físico do seu Pug.

 

Alimentação

Não podemos esquecer que os Pugs adoram comer, é visto como uma raça muito gulosa e a disciplina em controlar a alimentação dele é muito importante para não se tornar um cão obeso com o tempo.

Recomendamos que seja ofertado uma alimentação natural ou uma ração de boa qualidade, de preferência que seja uma ração de qualidade “super premium”, a quantidade vai depender da idade e o peso do seu cão. Em geral, eles comem bem pouco, entre 100 gramas à 160 gramas por dia, o ideal será seguir a quantidade recomendada pelo fabricante e pelo seu veterinário. Além das 3 principais refeições que ele deve fazer durante o dia, se você preferir, oferte alguns agrados durante o dia como frutas e verduras: brócolis, cenoura, maça, banana, mamão, melão, tomate, inhame entre outros permitidos, além de saudável deixará ele ainda mais feliz.

 

Limpeza e higiene

O pelo do Pug apresenta fácil manutenção por ser curto, uma escovação diária evitará que solte pelos pela casa e manterá ele sempre bonito.

Um banho mensal será o ideal, banho com muita frequência poderá irritar a pele, então, a menos que ele tenha ido brincar na lama ou achou algo fedido e ficou com odor. Por possuir um pelo curto, você mesmo poderá dar banho em casa com um shampoo neutro e secar com um secador em uma temperatura aceitável. Lembre-se o seu Pug possui subpelo, será necessário se certificar que ele esteja bem seco, para posteriormente não surgir uma dermatite úmida.

As rugas que por sua vez merece atenção redobrada, devem ser limpas no mínimo duas vezes na semana, principalmente depois do banho, confira se estão limpas e secas, em nosso canil limpamos dentro da dobra com sabão anti séptico, soro fisiológico e posteriormente secamos bem com gazes, tome cuidado com os olhinhos por estar bem próximo da ruga, em cima do nariz.

Os olhos dos Pugs você poderá limpar semanalmente com uma solução específica para limpeza ocular, existe várias marcas disponíveis nos Pet Shops, recomendamos que a limpeza seja feita semanalmente com auxilio de um a gaze.

Orelhas dos Pugs podem ser inspecionadas diariamente e limpas com algodão e produtos específicos.

 

Afinal quanto custa manter um Pug?

Será que estamos preparados para manter os gastos mensais com o novo integrante da família?

Estudo feito pela Associação Brasileira da indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) mostrou que os gastos médios mensais com cães de pequeno porte saí R$: 216,50
Nestes valores estão inclusos gastos com vacinas anuais, ração, banho, aplicação de antiparasitários(Pulgas e carrapatos) e outros cuidados.

Veja a seguir os gastos médios mensais com valores praticados em produtos de qualidade “Standard.”


Despesas Cães Pequenos (mensal)

Ração R$98,06
Vermifugo R$:5,44
Vacina R$:29,27
Antiparasitário R$:2,85
Veterinário R$:22,12
Banho R$:58,76
Total R$:216,50

Ração 1: Considerado consumo médio diário – cães pequenos: 0,215kg;
Admite-se desvio padrão de ±15 % em relação aos valores médios citados.
Vermífugo: a orientação é realizar a vermifugação (preventiva) de cães e gatos adultos a cada 6 meses. Obs.: A dose do vermífugo irá variar de acordo com o peso do animal.
Vacina: para cães, consideradas V10, Raiva, Giárdia e gripe. Para gatos: Quádrupla e raiva. Uma dose ao ano de cada vacina para cães e gatos.
Controle de pulgas: considerado método top spot (pingada uma pequena quantidade na nuca do animal, recomendável uma vez ao mês).
Veterinário: Consideradas 3 consultas ao ano.

Fonte: Instituto Pet Brasil (IPB)


No orçamento acima, é uma estimativa dos gastos fixos mensais com seu cachorro, poderá variar  para mais ou para menos.

Para nossos amigos e clientes, sugerimos que façam uma poupança desde o primeiro mês em que recebe um de nossos filhotes, a reserva serve para eventuais gastos que pode ocorrer durante a vida do cão. Como nós humanos, em algum momento ele poderá precisar de uma visita ao médico veterinário, seja por ter ficado gripado no inverno, uma dor de ouvido ou uma limpeza de dentes e assim, apresentar gastos extras com medicamentos, exames, ou até mesmo uma cirurgia, então a poupancinha poderá ser de grande vália nesta hora.

 

Principais problemas de saúde

O Pug como um ser vivo e como todas as outras raças de cães, poderá desenvolver ao longo da sua vida alguns problemas de saúde, procuramos especificar algumas delas em que eles são mais suscetíveis, lembramos que não necessariamente seu cão venha a desenvolver e algumas doenças poderão ser eliminadas através de exames, quando seu filhote vem de um canil sério e responsável, que realiza exames genéticos em seu plantel.

O Pug tem seu globo ocular bem exposto, com isso requer maior cuidado, sendo mais susceptíveis de ocorrer lesões, deve-se evitar que brinque próximo as roseiras com espinhos ou qualquer planta pontiaguda no seu jardim. Se alguma vez o olho de um Pug parecer estar irritado, sinal de que algo está errado e a causa deve ser averiguada por um médico veterinário sem demora, para evitar danos a longo prazo.

Ceratite pigmentar, é muito recorrente. A condição está ligada a produção de lágrima, entrópio e olho seco. Entrópio envolve uma ou mais pálpebra, que se curva para dentro do olho, de modo que tocam o globo ocular. Em consequência, isso causa irritação da córnea e pode ser doloroso para seu Pug.

Luxação de patela é o osso mais conhecido da rótula, em alguns cães, por causa de malformações ou devido a traumas, a fenda da cabeça do fêmur que acondiciona a patela não é suficientemente proeminente e a fenda através da qual a patela se move fica muito rasa e assim a patela acaba ‘pulando para fora’ do local correto, indo normalmente na direção interna da perna. É isso que causa aquela espécie de ‘travamento’ da perna (luxação da patela) que leva o cão a puxar a pata, não apoiando-a no chão. Este é um defeito hereditário muito conhecido na raça Pugs.

Problemas de pele como eczemas e dermatites ocorrem em muitas raças. Frequentemente banhar o cão irá remover a oleosidade da pele e irá agravar-se. Alergias a alimentos ou a algo no ambiente também pode causar o problema de pele.

O  transtorno neurológico mais frequente e fatal observado na raça Pug é a encefalite, conhecida também na sigla americana como PDE (Pug Dog Encephalitis). Esta doença causa uma inflamação do cérebro que, por sua vez, causa convulsão, letargia e perda do controle muscular.
Há muito que se aprender sobre esta doença. No entanto, a pesquisa é lenta por ser uma doença específica e afetar apenas os Pugs.

 

Preço do Pug

Para saber quanto custa um Pug e onde posso comprar um Pug, veja aqui no texto que criamos especialmente para você com valores e recomendações: QUAL PREÇO DO PUG.

Esperamos ter conseguido ajudar a tirar muitas dúvidas e se preferir, nos escreva, será um prazer poder lhe ajudar.

E você, gostou do nosso texto? As informações foram úteis para você? Deixe sua opinião nos comentários!

Publicado em

Deixe um Comentário